Save 20% off! Join our newsletter and get 20% off right away!
O que é ser vegano
O que é ser vegano? - Foto: Pexels

O que é ser vegano? Aprenda mais sobre esse movimento

Salvador, dia 10 de junho de 2022, por Gabriela Soares Silva – Há muitas razões para ser e entender o que é ser vegano. Entre elas, pode-se citar que essa filosofia de vida se baseia na preocupação com o meio ambiente e com a ética para com os animais. Para além disso, os hábitos e filosofia caminham para a manutenção de uma vida mais saudável e com o pensamento voltado para a sociedade.

Aprenda aqui sobre o que é ser vegano. Veja também qual a diferença desse movimento para o vegetarianismo e conheça as variedades do mesmo. Para essas e mais curiosidades não deixe de conferir o site do Agro Notícias.

Leia mais em: Como usar alecrim? Veja mais sobre essa especiaria que é muito mais do que um tempero

O que é ser vegano O que é ser vegano? – Foto: Pexels
O que é ser vegano?
De acordo com Elaine Glusac em 05 de fevereiro de 2022, do site Globo, o veganismo é um modo de vida. Nesse modo de vida você opta pelo não uso de nada que venha de origem animal. É o caso, por exemplo de artigos bolsas de couro, casacos de peles de animais, consumo de carnes, gelatinas pigmentadas com pequenos insetos, dentre outros.

O veganismo procura acabar com o sofrimento animal por meio da sua exploração. Assim, a ideia é diminuir significativamente o consumo de produtos de origem animal ao passo em que, assim, se diminui também a prática de crueldade e seu uso dos animais como objetos ou meios de lucro.

Alguém que seja vegano certamente almeja a extinção da crueldade praticada contra seres vivos de espécie não humana. Para além disso, a ideia é exercitar o pensamento de que não deveria haver relação de superioridade entre humanos e demais animais.

Não obstante, a causa também visa a proteção ambiental. Afinal, a fim de que se crie e se prepare os alimentos e demais produtos de origem animal, há um grande impacto na própria natureza. A propósito, conforme informa Conquiste sua Vida, apenas sem o consumo de carnes e laticínios já se conseguiria diminuir o uso de terras em até 75%. Além disso, tem-se que esse tipo de consumo é responsável por 70% do uso de água atual. Logo, essa diminuição também traria boas notícias para a reserva de água.

Veja também: Como fazer polpa de pitanga? Confira também os benefícios dessa fruta
Qual a diferença de veganismo para vegetarianismo?
Agora que você viu um pouco acerca do que é o veganismo, qual seria a diferença desse movimento e do vegetarianismo? Ainda de acordo com Globo, existem muitos tipos de de vegetarianismo. Cada tipo adota um conjunto de práticos que nem sempre representam a exclusão total do uso de animais. Como exemplo disso, as restrições se reúnem em torno da alimentação. Além disso, diferentes ramificações adotam diferentes tipos de consumo.

Assim, tem-se, por exemplo: o ovolacteovegetarianismo, onde a pessoa opta por abrir mão de alimentos de origem animal exceto ovos, leite e derivados do leite. Ademais, alguns adeptos adotam o lactovegetarianismo, que é a utilização de leite e seus derivados. Por sua vez, os ovovegetarianos excluem o consumo de origem animal, à exceção dos ovos. Por fim, mas não menos importante, tem-se o vegetarianismo, que representa a exclusão total de produtos de origem animal em sua alimentação.

Dessa forma, a principal diferença entre as filosofias está na abrangência do combate de todas as formas de exploração animal, à qual se dedica o veganismo, e no resumo do conceito à alimentação que o vegetarianismo adota. Assim, vegetarianos ainda utilizam produtos de origem animal em forma de objetos e produtos de beleza, por exemplo. Por sua vez, quem entende o que é ser vegano e adota esse modo de vida, busca se privar, tanto quanto seja possível de toda e qualquer ação que resulte no sofrimento animal.

Ademais, leia a seguir: A lichia é boa para quê? Veja aqui receitinhas deliciosas para se fazer com essa fruta

Nascida em Salvador, Bahia, desde jovem muito curiosa e apaixonada pelo conhecimento, amante de livros, estudante de técnico em química e engenharia química no Instituto Federal de Educação, Ciencia e Tecnologia da Bahia.